Automodelismo de Fenda - Um Protótipo derivado do argentino Tornado e que posteriormente foi feito no Brasil, Berta V8, ora reproduzido em pvc pelo goiano Sílvio Homer Simpson Neto.

Quem gosta de automobilismo tem obrigação de conhecer esse jovem há mais tempo e argentino, foto abaixo, que correu de bicicleta em sua adolescência.

http://www.nobresdogrid.com.br/site/index.php?option=com_content&view=article&id=139:o-reino-magico-de-oreste-berta&catid=59:nobres-do-grid-documento&Itemid=99

Trata-se de Oreste Berta, ao lado de um repórter brasileiro do Blog http://www.nobresdogrid.com.br. Conhecido em seu pais como o Mago, daí o apelido do seu império na preparação e desenvolvimento de carros de corrida, Reino Mágico, Orestes Berta S. A., localizada na Rota 5, a 25Km do centro de Córdoba. Quem quiser aprofundar conhecimento basta clicar no link, ainda com outro click aqui.


http://www.correiodopovo.com.br/blogs/pitlane/wp-content/uploads/2012/09/99592d90246a42802c45b006ab1bc334.jpg

O Automobilismo nacional sempre pegou carona com esse argentino protagonista, exemplo da profissionalização da Fórmula 2 Brasileira para disputar em igualdade de condições o Campeonato Sul americano, quando o piloto Pedro Muffatto se transformou em produtor dos monopostos tendo como parceiro Oreste Berta. 

Para refrescar a memória vou mostrar fotos para ficar nítida a presença desse gringo na preparação de carros nacionais, como o Maverick Divisão 03 pilotado pelo Luisinho Pereira Bueno, popular Peróba, em 1974, quebrando a hegemonia dos Opalas 250 S.

http://4.bp.blogspot.com/-04qetVm86jY/TxTAvH3FHLI/AAAAAAAADHs/iVMFi5H6WH8/s400/ford-120.jpg

http://1.bp.blogspot.com/-dBDdZnBRnNM/TxTAjAT694I/AAAAAAAADHM/UKVWotnef64/s400/002.jpg

https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRKvkhGMz9NNTJ8b761fEKcBEeZaqtndaYljtkdZHD6DBFFGsoS

Depois dessa pequena conclusiva introdução, perdão, ia me esquecendo, é da oficina do Berta que são preparados os motores do empolgante Campeonato Brasileiro de Marcas. 

Mas o que gostaria de focar é o Protótipo Tornado:

http://3.bp.blogspot.com/_vGpcbuf7flQ/TEDYY515sUI/AAAAAAAAGq0/buL2JcFjE3Q/s1600/Berta+V8.jpg

Esse carro em uma de suas variações, chegou a disputar o Mundial de Protótipos com tecnologia avançada, já com componentes em fibra de carbono cedidos pela Real Força Aérea Britânica com os cuidados de não reproduzir ou com o veto de se passar adiante. Posteriormente, com a proibição de se importar carros de corrida, principalmente visando competir no Brasileiro de Divisão 4, Anísio Campos se uniu ao Berta como supervisor e após treinarem mecânicos e engenheiros na Argentina, produziram esse carro no Brasil.


Depois de situar os leitores, posso falar do que exigiu essa introdução sobre parte da história do automobilismo sul americano. 

É que o talentoso automodelista Sílvio "Homer Simpson" Neto está produzindo em pvc, material utilizado para encanamento, essa belezura do Berta V8 e com esmero, bombando no Facebook já com encomendas para o exterior e toda repercussão possível e inimaginável, ventilando até uma produção em resina que parece caminhar a passos largos. A Carroceria e o Chassis foram feitos artesanalmente, milimetricamente pelo artífice Homer Simpson. O restante da mecânica é Slot.It, como berço, motor, eixos, rodas, guia, fiação e a transmissão, coroa e pinhão, além do piloto de um Porsche da marca italiana.















Desde o projeto até a pintura original sem os patrocínios consumiram 02 meses,  tempo suficiente para mobilizar a compatibilidade de tempo, o que deixa dúvida quanto ao próximo projeto, pendendo entre o Protótipo Anísio Campos, os Opalas 250 S Divisão 3 ou os Mavericks da mesma categoria, carros turismo envenenados com alterações na carroceria.

Parabéns Sílvio "Homer Simpson" Neto, quando possível farei minha encomenda.
   
Enorê Brião Bragança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário